Catálogo Geral

Gama de Produtos Fabricados e Comercializados:


Cortiça Natural em Prancha em Fardos e Fardos Palete;

Aparas, apara de Broca, apara de Rolhas, Refugos e Falca cozida;

Granulados de Cortiça Natural;

Cortiça Virgem;

Discos de Cortiça Natural;

Rolhas de Cortiça Natural, Cónicas e Cilíndricas;

Rolhas de Cortiça Natural Colmatada, Cónicas e cilíndricas;

Rolhas de Cortiça Aglomerada Nova Geração, de grão 2 a 8 mm, Cónicas e Cilíndricas;

Rolhas de Cortiça Aglomerada Nova Geração, de grão 0,25 a 2 mm, Cilíndricas;

Rolhas de Cortiça Aglomerada Nova Geração, de grão 2 a 8 mm, com topos de Cortiça Natural, Cilíndricas;

Souvenirs em Cortiça;


1. Historial abreviado da Empresa
Descendente da Empresa em nome individual, MANUEL VIEGAS JACINTO DE SOUSA, fundada pelo mesmo, Sr. Manuel Viegas Jacinto, MANUEL JACINTO & SOUSA, LDA. é uma empresa Industrial do Sector Transformador de Cortiças, localizada em São Brás de Alportel, com coordenadas 7º 53’ 41,2’’ W e 37º 10’ 13,3’’ N, fundada em 3 de Abril de 1939, com o alvará nº 26592, com interesses em varias áreas de negócios, começando pelas Cortiças, passando pelo ramo Imobiliário e Turístico e terminando no ramo Agrícola, sendo os seus sócios, proprietários de varias propriedades de Sobro.

MANUEL JACINTO & SOUSA, LDA., é uma empresa que se tem dedicado desde seu inicio 1926, á preparação e transformação de cortiças, produzindo Cortiça em Prancha, Aparas, Rolhas e Granulados, tendo para isso tecnologia e pessoal formado e treinado que com os seus conhecimentos garantem uma qualidade praticamente idêntica, em todos os seus fornecimentos.

É utilizadora da Melhor Cortiça do Mundo, "Cortiça da Serra do Caldeirão" no Algarve, que transforma quase em exclusividade, fornecendo das melhores matérias-primas para fabricar rolhas. Produz fardos e rolhas, e dos seus desperdícios triturados, produz granulados, que comercializa no mercado Português e exporta sob a marca MJS, para todo o Mundo.

Organização, portanto, perspetivada para o futuro, aproveitando a juventude, valorizando o homem, alimentando a fé que recebe impulso de uma consciência de dever que radica no trabalho, a empresa MANUEL JACINTO & SOUSA, LDA., ocupa hoje, com justo orgulho, uma posição de destaque no Mundo da Cortiça.

E é por tudo isto que a empresa de São Brás de Alportel, se situa hoje, na vanguarda da estrutura económica Algarvia, aparecendo como exemplo de um processo construtivo de trabalho, com e pela natureza, em que o elemento humano, valorizado, constitui o segredo de um êxito.

Largas zonas do mundo sabem hoje, da existência da MANUEL JACINTO & SOUSA, LDA., conhecendo a qualidade dos seus produtos e a lisura e eficácia dos seus processos.
Aquilo que se pode definir como a qualidade MJS é nos nossos dias, o emblema de uma Família.

2. Visão
Pretendemos ser referência Regional e Nacional, no sector agroalimentar da transformação de cortiças, nos domínios da qualidade da proteção da natureza, da sustentabilidade e da excelência organizacional, desenvolvendo competências nas pessoas com que trabalhamos e excelência nos produtos que fabricamos e comercializamos, acrescentando valor à nossa matéria-prima Regional, a Cortiça.

3. Missão
È nossa missão, desenvolver, transformar e comercializar produtos naturais e ecológicos, que sejam os melhores do mercado, os que melhor preço apresentem e os que melhores soluções indiquem ao cliente, valorizando e aumentando a competitividade de quem os utilize e evoluir para uma cada vez menor "pegada" de carbono, Carbono Zero.

4. A Árvore da Cortiça "O Sobreiro"
A Cortiça é uma das maravilhas da natureza e a única árvore que a produz é "o Sobreiro" (Quercus suber)

O Sobreiro tem a particularidade de poder ser despojado da sua casca, Cortiça e de se regenerar de seguida, tendo por Lei, um ciclo de 9 anos por cada tirada. As áreas ocupadas pelo Sobreiro situam-se na bacia do Mediterrâneo e na costa Atlântica Sul, desfrutando de muita luz e relativamente pouca chuva. Os terrenos em que se desenvolve são regra geral arenosos descalcificados e pobres em substâncias nutritivas.

Quando a árvore atinge a maturidade, quase 30 anos depois de nascer, é feita a 1ª colheita de cortiça. Esta primeira camada é denominada "Cortiça Virgem". A segunda extração efetua-se após 9 anos, chamada de "Cortiça Secundeira". A extração faz-se no Verão, quando o crescimento das células da cortiça atinge o seu máximo. Após a colheita forma-se uma nova camada protetora, com uma taxa de crescimento anual de 1-6 mm. A terceira camada protetora denomina-se "Cortiça Amadia", e é a que se utiliza preferencialmente na Industria Transformadora de Cortiças. O processo de extracção repete-se de 12 a 15 vezes até à morte natural da árvore, aproximadamente 150 anos.

Todo o processo de crescimento e exploração do montado (grupos de Sobreiros) é legalmente suportado pelo DL n.º 169/2001 de 25 de Maio e pelo Código Internacional das Práticas Suberícolas e todo o processo Agro/Industrial da Cortiça, é suportado pelo Código Internacional das Práticas Rolheiras, CIPR da Confédération Européenne du Liége, e pela regulamentação da Cadeia de Custódia/Responsabilidade, FSC/PEFC que procuramos cumprir.

São propriedades únicas da cortiça a sua leveza, a sua impermeabilidade, a sua resposta elástica, a sua compressibilidade, a sua resistência ao desgaste, a sua aderência às superfícies e além disso ainda é imputrescível, isolante e ao entrar em combustão não liberta cianetos.

De tudo isto ressalta que o sobreiro produz um produto com características únicas e insubstituível e que sustenta a existência da Floresta Mediterrânica.

5. Códigos e Regulamentos
Fabricamos produtos de "contacto alimentar", sendo toda a sua produção dirigida tendo em conta esse contacto, identificando os perigos específicos e as medidas preventivas para o seu controlo em todas as operações e só utilizando produtos cuja certificação permite esse contacto e que estejam de acordo com:



6. Cortiça Natural em Pranchas ou Fardos
Após um período mínimo de 6 meses, depois da extração da cortiça em que as pranchas vão perder seivas e humidade, a cortiça é cozida em água fervente pelo período de 90 minutos, em que se verifica uma extração aquosa a quente de compostos de cadeias carbonadas longas, polifenóis, taninos e açucares, em processo descontínuo, provocando aumento dimensional e melhoramento da qualidade. De seguida as pranchas são empilhadas metodicamente onde, ficam no mínimo 15 dias, com a finalidade de perderem a água da cozedura, fechando o poro e aplanando-se. Todo este processo, é na nossa empresa, automático e completamente paletizado, diminuindo ao máximo as perdas de manipulação da cortiça com bons rácios de produtividade. Segue-se o processo de qualificação por dimensão em altura, calibre e por qualidade que é efetuado segundo a NP ISO 1216. Seguidamente as pranchas já selecionadas, são prensadas e por elas são passados arcos ou fitas que os seguram de maneira a formarem um paralelepípedo que se chama Fardo de Cortiça em Prancha ou Fardo Palete de Cortiça em Prancha.

Para os negócios efetuados por peso/volume, a humidade comercialmente seca é a que não excede o valor de 14 % (m/m), com uma tara, devida às fitas metálicas ou plásticas que não excede o valor de 3% da sua massa bruta, conhecidos por fardos ou fardos/palete, nossa marca ALGARCORKWOOD, referências 480, 450, 400 e 350. Temos disponíveis três qualidades, Bom, Médio, Fraco, que definem o preço por fardo, m3 ou kg.

7.Diferentes Tipos de Rolhas
SEMI-ACABADAS, Naturais, Naturais Colmatadas, Aglomeradas 1+1, Aglomeradas 2D e Aglomeradas
Rolhas cónicas ou cilíndricas semiacabadas, naturais, naturais colmatadas, aglomeradas ou aglomeradas com discos de cortiça natural, cilíndrica ou cónica, com ou sem lavação, a terminar pelo cliente, embalada em sacos de ráfia.

STERIL Rolhas de cortiça natural, terminadas, que constam de desinfeção, revestimento, marcação, despoeiramento, lubrificação e empacotamento.

COLMAT Rolhas em cortiça natural colmatada, terminadas, que constam de desinfeção, colmatagem, revestimento, marcação, despoeiramento, lubrificação e empacotamento.

COMPO Rolhas de cortiça aglomerada nova geração, terminadas, aglomerada por extrusão ou por moldagem, que constam de desinfeção, revestimento, marcação, despoeiramento, lubrificação e empacotamento.

COMPO 1+1 Rolhas de cortiça aglomerada nova geração, terminadas, com discos de cortiça natural colados nos topos, aglomerada por extrusão ou por moldagem, que constam de desinfeção, revestimento, marcação, despoeiramento, lubrificação e empacotamento.

COMPO 2D Rolhas de cortiça aglomerada nova geração, terminadas, com discos de cortiça natural colados nos topos, aglomerada por extrusão ou por moldagem, que constam de desinfeção, revestimento, marcação, despoeiramemto, lubrificação e empacotamento.

7.1. Processos
CLEANER CORK 2000 VAPOUR (extração gasosa dos compostos voláteis) Processo de esterilização aplicado a toda a cortiça a transformar, que tem por finalidade a expulsão dos compostos voláteis presentes nas células da cortiça, incluindo os cloroanisoles, os bromofenóis, os haloanisoís e os halofenóis, que são os responsáveis comprovados pelo gosto dos vinhos a mofo, que por destilação, provocada pelo arrefecimento das células da cortiça que foram anteriormente saturadas por vapor de água e por vapor de etanol, libertem os compostos causadores dos odores e sabores estranhos encontrados nos vinhos, processo que reduz a concentração de TCA libertável para valores não destetáveis.

CLEANER CORK 2000 Processo aplicado às rolhas tipos STERIL, COLMAT, COMPO, COMPO 1+1 e COMPO 2D, de lavação por imersão com Peróxido de Hidrogénio executado de duas formas distintas, tendo como resultado rolhas de cor Branca ou rolhas com aspeto de cortiça Natural, desinfeção profunda e absoluta de todos os poros da rolha, colocando o vinho em contacto com um produto esterilizado.

TOP SEAL COATING Processo aplicado às rolhas tipos STERIL, COLMAT COMPO, COMPO 1+1 e COMPO 2D de revestimento de superfície em meio aquoso, em tambor inox, por aplicação de um polímero adesivo à base de água, cera parafinada e pigmentos minerais, na cor da cortiça Natural ou em Branco, formando “barreira”, melhorando o coeficiente de molhabilidade da rolha e evitando a libertação de pó, tomando as rolhas a cor do revestimento.

COLMAT Processo aplicado á rolha tipo COLMAT, de colmatagem em tambor, por aplicação, em meio aquoso, de uma pasta de borracha natural, resina e pó de cortiça natural, que por aplicação de nano tecnologia de organização e distribuição das partículas pequenas, tapa e isola todos os poros da rolha, melhorando a vedação, o coeficiente de molhabilidade e a absorção.

COMPO Processo de produção da rolha ou do corpo da rolha tipo COMPO, COMPO 1+1 e COMPO 2D, por (e) extrusão contínua ou por (m) moldação peça à peça, de uma massa de ligante e granulados com uma massa volúmica média de 290 kg/m3 para grão de 2/8 mm e peso específico entre até 75 kg/m3 e grão de 0.25/2 mm e peso específico entre até 75 kg/m3, por aplicação de nano tecnologia de organização e distribuição do grão, originando rolhas ou corpos de cortiça aglomerada nova geração.

LUB Processo de lubrificação aplicado às rolhas tipos STERIL, COLMAT, COMPO, COMPO 1+1 e COMPO 2D, de tratamento de superfície, que melhora a sua vedação e reduz as forças necessárias para introduzir e extrair a rolha por aplicação de qualquer dos seguintes produtos, por si só ou em conjunto, em função do tipo de rolha e do vinho a vedar;

HOT-MELT Processo de colagem a quente do corpo (topo) das rolhas tipo STERIL, COLMAT e COMPO a uma cápsula de poliestireno ou madeira, de forma a permitir o desrolhamento manual da garrafa.

7.2. Rolhas e Discos de Cortiça Natural
Depois de esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour, obtendo-se após estabilização um TCA libertável 4 ng/l e depois de devidamente selecionada em dimensões e qualidades, as cortiças são escolhidas para fabricação de rolhas. Essas cortiças são colocadas em estufa num mínimo de 7 dias e só depois são dirigidas para a fabricação de rolhas e discos. Este processo passa, para a fabricação de rolhas, por um corte transversal da cortiça em tiras com perfuração no sentido transversal dando origem às rolhas e para a fabricação de discos, por um corte transversal da cortiça em tiras com perfuração no sentido radial dando origem aos discos de barriga à costa. Depois de vários processos de fabrico, tais como: 1º salto, ponçamento, topojamento, escolha, 2º salto, colmatagem, desinfeção, revestimento, marcação, aspiração, lubrificação, contagem e empacotamento, processos esses onde é mantida a higiene rigorosa do produto e em que é efetuado um metódico controlo da evolução dos parâmetros que definem a qualidade das rolhas nosso procedimento MP-PI-1 e seu Plano Sistemático de Controlo PSC, (qualidade, dimensões, humidade, compressão, recuperação, penetração, extração. peróxidos, sensoriais, TCA libertável, migração global, torção, massa volúmica, resistência à água fervente, capilaridade, absorção, estanquicidade, microbiologia, resíduos e coloração libertada, fixação da cabeça ao corpo da rolha sua colagem e perpendicularidade, metais pesados, ocratoxina A, clorofenois, halofenóis e haloanisóis em cartão e determinação de massas volúmicas aparentes). Temos disponíveis várias qualidades, que juntamente com a dimensão, definem o preço por rolha.

7.3. Rolhas de Cortiça Aglomerada Nova Geração
São produzidas de granulados obtidos de cortiças esterilizadas e esterilizados pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour, resultando granulados com um TCA libertável 2 ng/l, que por extrusão contínua a quente, ou por moldagem, com uma massa volúmica média de 290 kg/m3 para grão de 2/8 mm e peso específico até 75 kg/m3 e grão de 0.25/2 mm e peso específico até 75 kg/m3, que por aplicação de nano tecnologia de organização e distribuição do grão, originam rolhas ou corpos de cortiça aglomerada nova geração. Temos disponíveis várias qualidades, que juntamente com a dimensão definem o preço por rolha.

7.4. Rolhas, diferentes Marcas
Toda a nossa gama de rolhas está esquematizada em marcas registadas que seguidamente se explicam:

EM BRUTO
Marca de rolhas tipo SEMI-ACABADAS em cortiça natural, natural colmatada, aglomerada ou aglomerada com discos de cortiça natural, cilíndrica ou cónica, com ou sem lavação por imersão em Peróxido de Hidrogénio Natural ou Branco, com ou sem revestimento Natural ou Branco, a terminar pelo cliente, embalada em sacos de ráfia.

ALGARSTERIL
Marca de rolha cilíndrica em cortiça natural tipo STERIL, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que lhe dá origem, lavada pelo processo de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 Natural ou Branco, com ou sem revestimento Top Seal Coating Natural ou Branco, marcada a tinta, perfeitamente despoeirada, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para vedar vinhos Icon e Premium, que necessitem de estagiar em garrafa, assegurando a vedação e desempenhando um papel determinante na correta evolução do vinho.

ALGARCOLMAT
Marca de rolha cilíndrica em cortiça natural colmatada tipo COLMAT, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que lhe dá origem, lavada pelo processo de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 em Natural ou Branco, colmatada em base aquosa com produtos à base de borracha natural e resina de alta pureza, com revestimento em base aquosa, nosso Top Seal Coating Natural ou Branco, despoeirada, marcada a tinta, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2 e em embalagem secundária de cartão, ideal para a vedação e conservação de vinhos transmitindo toda a segurança e prestigio da rolha natural, aliadas a um custo bem competitivo.

ALGARCOMPO 1+1
Marca de rolha cilíndrica, em cortiça aglomerada nova geração tipo COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que dá origem ao grão e aos discos, utilizando grão de 2/8 mm e peso especifico até 75 kg/m3, com discos de cortiça natural nos topos, lavada pelo processo de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 Natural ou Branco, com ou sem revestimento Top Seal Coating Natural ou Branco, marcada a tinta, perfeitamente despoeirada, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para vinhos/bebidas frutados e efervescentes em que se pretende um muito pequeno estagio em garrafa.

ALGARCOMPO 2D
Marca de rolha cilíndrica, em cortiça aglomerada nova geração tipo COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que dá origem ao grão e aos discos, utilizando grão de 2/8 mm e peso especifico até 75 kg/m3, com dois discos de cortiça natural num dos topos, marcada a fogo, perfeitamente despoeirada, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para vedação de bebidas efervescentes.

ALGARCOMPO
Marca de rolha cilíndrica, em cortiça aglomerada nova geração tipo COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que dá origem ao grão, utilizando grânulos de cortiça com 0,25/2 mm e peso especifico até 75 kg/m3 (qualidade Aglo 05/2) ou grânulos de 2/8 mm e peso especifico até 75 kg/m3 (qualidade Aglo 2/7), produzida por extrusão (e) ou moldagem (m), lavada pelo processos de lavação Cleaner Cork 2000 Natural ou Branco, com ou sem revestimento Top Seal Coating Natural ou Branco, marcada a tinta, perfeitamente despoeirada, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para vinhos de consumo rápido a um preço imbatível.

ALGARCAP
Marca de rolha cilíndrica, em cortiça natural tipo STERIL, natural colmatada tipo COLMAT, ou aglomerada nova geração tipo COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour, lavada pelo processos de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 Natural ou Branco, com ou sem revestimento Top Seal Coating Natural ou Branco, colmatada caso o cliente assim o pretenda, perfeitamente, despoeirada, lubrificada, colada por Hot-Melt a uma cápsula plástica ou em madeira, podendo ser marcada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para bebidas fortificadas, vinhos licorosos, whiskies e aguardentes, que requeiram um desrolhamento manual.

ALGARCONICA
Marca de rolha cónica em cortiça natural tipo STERIL, ou cortiça natural colmatada tipo COLMAT, ou aglomerada nova geração tipo COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour aplicado à cortiça que lhe dá origem, lavada pelo processo de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 em Natural ou Branco, colmatada em base solvente com produtos à base de borracha natural e resina de alta pureza, com revestimento em base aquosa, nosso Top Seal Coating Natural ou Branco, marcada a fogo, lubrificada, empacotada em sacos plásticos estéreis, em que é retirado completamente o ar e injetado gás SO2, e em embalagem secundária de cartão, ideal para vedar qualquer liquido, de forma a rolhar e desarolhar facilmente.

ALGARPACK
Marca de rolha cilíndrica ou cónica, tipos STERIL, COLMAT ou COMPO, esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour, lavada pelo processos de lavação por imersão Cleaner Cork 2000 Natural ou Branco, colmatada ou não, marcada, despoeirada, lubrificada, empacotada em sacos plásticos de 100 rolhas e em embalagem secundária de cartão, ideal para engarrafadores particulares.

7.5. Operações Especiais
Produzimos rolhas que podem ser sujeitas às seguintes operações especiais:



7.6. Diâmetros de Rolhas Naturais aconselhados para vedação segura*
Para rolhas Algarsteril, Algarcolmat, Algarcompo e Algarcompo 1+1



7.7. Condições de Utilização de Rolhas de Cortiça
São regras que aconselhamos e que devem ser respeitadas para uma boa utilização de todas as nossas rolhas em cortiça. Podemos preconizar e propor o tipo a dimensão e a qualidade adequada, através do estudo do perfil interno da garrafa, das caraterísticas do liquido a vedar e sua previsão de evolução e das suas condições de arrolhamento.

Para rolhas Algarsteril, Algarcolmat, Algarcompo 1+1, Algarcompo 2D, Algarcompo e Algarpack
1 – Os sacos plásticos com rolhas, em atmosfera modificada, somente deverão ser abertos quando da sua utilização e as rolhas que não forem utilizadas, deverão voltar aos respectivos sacos, que serão vedados, para evitar a sua contaminação;
2 - O topo superior da rolha deve ficar sempre 1 mm abaixo do topo do gargalo e a rolha deve ser inserida nele o mais rápido possível, fazendo vácuo, evitando assim a pressão interna;
3 - Para vinhos tranquilos, deixar um espaço entre o vinho e a rolha superior a 15 mm, dependendo da velocidade da rolhadora e da temperatura do enchimento, que deverá ser entre os 15 e 20ºC;
4 - Para vinhos gaseificados deixar um espaço entre o vinho e a rolha superior a 30 mm;
5 - Para fazer envelhecimento em garrafa seguir escrupulosamente as regras 2 e 3 e manter a garrafa na posição vertical, pelo menos 10 minutos, mas de preferência 24 horas após o engarrafamento, evitando durante o estágio a proximidade de madeiras tratadas;
6 - Prestar atenção aos cortes e formação de pregas no corpo da rolha provocado pelas peças de aperto da rolhadora para que estas sejam imediatamente corrigidas e assegurar o correto alinhamento do êmbolo e do anel de localização;
7 - As mordaças da rolhadora não devem apertar a rolha mais do que 2 mm a menos do diâmetro do gargalo, ou no máximo a 15,5 mm (a redução de diâmetro não deve ser superior a 33% do diâmetro inicial da rolha) trabalhando uniformemente, especialmente durante a compressão;
8 - Evitar a acumulação de pó nas mordaças da rolhadora fazendo funcionar um sistema de aspiração ou de ventilação e desinfetando o equipamento com uma solução de água com metabisulfito a 80ºC;
9 - Respeitar a cadência máxima de 1200 rolhas por hora por cabeça de compressão (quanto menor, melhor a recuperação da rolha);
10 - Respeitar as normas de enchimento de cada garrafa tendo em consideração a temperatura a que vai ficar sujeito o vinho;
11 - Evitar molhar e caso esteja molhado, deverá ser seca a zona do gargalo onde se vai introduzir a rolha;
12 - O local de armazenamento das rolhas deve ser arejado e seco, sem odores, livre de cloro e afastado do contacto com madeiras tratadas, com uma temperatura entre os 15 - 25ºC e uma humidade relativa entre os 50 - 70 %, nas suas embalagens originais;
13 - A cave para armazenamento do vinho, deverá terá uma temperatura entre os 12 e os 18ºC e humidade entre os 50 e 70%, deverá ser isenta de insetos e não deverá ser estar exposta à luz solar e o transporte do vinho engarrafado deverá somente ser efetuado na posição vertical;
14 - Nos engarrafamentos de vinhos pasteurizados, em função da sua temperatura, deverão ser testadas as forças de extração (a MJS deve ser informada desta técnica para não aplicar parafina);
15 - Todos os nossos produtos respeitam a regulamentação e legislação existente para produtos en contacto com géneros alimentícios, vide nossa Declaração de Conformidade.
16 - Recomenda-se a utilização das nossas rolhas no prazo de seis meses;
Para rolhas Algarconica
1 - Não permitir que a rolha torça quando se procede à introdução por martelamento;
2 - Aplicar as regras 1, 3, 4, 11, 12, 14, 15 e 16; Para rolhas Algarcap
1 - Rolhas totalmente parafinadas, portanto utilizar a seco regulando a força de introdução;
2 - Aplicar as regras 1, 10, 12, 14, 15 e 16;

8. Discos de Cortiça Natural
ALGARDISCO
Discos de cortiça natural de vários diâmetros, espessuras e qualidades, produzidos de cortiça esterilizada pelo processo Cleaner Cork 2000 Vapour, usadas para produção das nossas rolhas técnicas (1+1 e 2D) e cabos de canas de pesca.

9. Meias Esferas
ALGARSHUTTLE
Meias esferas de cortiça natural e cortiça aglomerada, usadas para produção de volantes para badminton.

10. Refugos, Aparas, Granulados e Pó de Cortiça
ALGARCORKWOOD ref. 415 (refugos), ref. 416 (cortiça virgem), ref. 410 (aparas de recorte), ref. 411 (aparas de broca), ref. 412 (aparas de rebaixadeira), ref. 413 (apara especial), ref. 414 (falca cozida), ref. 431 (granulado 0,5/1 mm <75 kg/m3), ref. 432 (granulado 0,5/1 mm 75/130 kg/m3), ref. 433 (granulado 0,5/1 mm >130 kg/m3), ref. 434 (granulado 1/2 mm <75 kg/m3), ref. 435 (granulado 1/2 mm 75/130 kg/m3), ref. 436 (granulado 1/2 mm >130 kg/m3), ref. 441 (granulado 0,5/2 mm 75/130 kg/m3), ref. 437 (granulado 2/3 mm <75 kg/m3), ref. 438 (granulado 2/3 mm 75/130 kg/m3), ref. 444 (granulado 2/3 mm >130 kg/m3), ref. 439 (granulado 3/7 mm <75 kg/m3), ref. 440 (granulado 3/7 mm 75/130 kg/m3), ref. 442 (granulado 3/4 mm 75/130 kg/m3), ref. 443 (granulado 3/7 mm >75 kg/m3) e ref.470 (pó de cortiça <0,25 mm <75 kg/m3). São marcas e referências de produtos, em cortiça natural e granulada que são por nós produzidos como subprodutos das produções principais, comercializados ou utilizados para produção de outros produtos.

11. Artesanato de Cortiça
ALGARGIFT, Souvenires/Giftware
Marca de produtos artesanais, em cortiça natural e granulada que são por nós pensados e desenhados e que artesanalmente são produzidos, utilizando as melhores matérias-primas.

12. Conclusão
São produtos executados de acordo com nosso Manual de Qualidade e Manual de Procedimentos, com a aplicação dos requisitos e obrigações do Código Internacional das Práticas Rolheiras, CIPR e seu plano de gestão HACCP e exigências do Guia Internacional para a Compra de Rolhas de Cortiça, garantindo a Qualidade de todos os produtos por nós fabricados e comercializados. Para isso aplicamos um Procedimento de Inspeção MP-PI-1, para aplicação do Plano Sistemático de Controlo PSC, que consta de duas fases, controlo quando da produção e controlo do produto acabado por aplicação das exigências do Código, Normas e Legislação aplicável de acordo com a nossa Declaração de Conformidade e Compromisso de Cadeia de Custódia/Responsabilidade. O nosso Departamento de Garantia da Qualidade tem disponível para consulta pelos eventuais interessados, todos os documentos que definem o conjunto de orientações técnicas, ações programadas e sistemáticas, necessárias para proporcionar a confiança apropriada e provar que os nossos produtos, satisfazem os requisitos de qualidade definidos pelas regras da segurança alimentar, Análise de Perigos e Controlo dos Pontos Críticos HACCP, rastreando e informando o consumidor (todas as nossa rolhas ou produtos contém um código que identifica o lote e o logotipo da nossa empresa) da possibilidade de encontrar e seguir o rastro de todas as etapas da produção, transformação e distribuição e segurada no Crédito Agrícola Seguros com a apólice nº 02022537. Seguidamente, completando este catálogo, seguem as fichas de produto e suas fichas técnicas, da nossa gama principal de produtos.
Esperando poder realmente interessar-vos
aguardamos o vosso contacto
Muito obrigado

Os montados de SOBRO fixam mais de 14 milhões de toneladas de carbono por ano. A CORTIÇA cumpre o conceito da sustentabilidade, designado por “Triple Bottom Line” produz desenvolvimento económico, desenvolvimento social e desenvolvimento ambiental. Escolha a CORTIÇA, defenda o ambiente, utilizando um produto ecológico,
AMIGO do AMBIENTE


MANUEL JACINTO & SOUSA, LDA. MJS - All Cork Products
Loteamento Industrial dos Almargens, Apartado nº 1, 8150-013 S.BRÁS DE ALPORTEL
Tel: +351-289 842 214/842 538, Telefax: +351-289 842 538

E-mail: geral@corksmjs.com

info@corksmjs.com

dgq@corksmjs.com

www.facebook.com/corksMJS
voltar para o topo da pagina ↑